Desenvolvimento com responsabilidade
Onde estamos
Rua 66, nº 582 - Goiânia - GO

Estatística Como Ferramenta Para Estudos Ambientais

Estatística Como Ferramenta Para Estudos Ambientais
03 DEZEMBRO 765

Saiba mais: Estatística Como Ferramenta Para Estudos Ambientais

A sociedade contemporânea, cercada de dados e conhecimento, figura a chamada Era da informação. Peter Drucker expõe esse novo paradigma, em que os setores são cada vez mais dinâmicos e a sapiência é valorizada de forma crescente. Neste momento, o arsenal informativo tem valor colossal, consequentemente a Estatística torna-se indispensável e configura-se como uma competência elementar para todos os indivíduos.

No âmbito acadêmico, a Estatística aparece como disciplina obrigatória em diversos cursos, tanto nas Ciências Exatas, como Humanas e Biológica. Utilizada como ferramenta para o estudo e crivo de múltiplos fenômenos de interesse geral e específico da formação profissional, a Estatística está presente nas salas de aulas e serve como base para trabalhos, em que alunos e professores respaldam suas hipóteses e resultados.

Dessa maneira, seu emprego é iminente em várias áreas do conhecimento, como nas Ciências da Terra e Agrárias. Comumente, os dados observados em pesquisas sobre o meio ambiente apresentam grande variabilidade. Os pesquisadores compreendem a instabilidade dos dados, contudo, buscam na estatística maneiras de abranger e conservar a essência volúvel dos mesmos. Paralelamente, testes, técnicas de amostragem, modelos de regressão, séries temporais, etc, servem de aparato para pesquisadores, estudantes e consultores.

Produtividade, análise de risco e previsões climáticas são apenas alguns exemplos de sua aplicação. É impossível fazer pesquisa e projetos ambientais sem o uso da estatística como ferramenta analítica.

O que achou? Deixe um comentário.

Whatsapp Bioplan Whatsapp Bioplan