Desenvolvimento com responsabilidade
Onde estamos
Rua 66, nº 582 - Goiânia - GO

O turismo sustentável em Goiás

Blog
15 JUNHO 693

Saiba mais: O turismo sustentável em Goiás

A partir do final do século XX, com a facilitação da locomoção, viabilidade nos preços de passagens aéreas e inserção de empresas que financiam viagens nacionais e internacionais, as atividades turísticas vêm crescendo constantemente meio a panoramas de crises econômicas internacionais. Elas representam, muitas vezes, a principal atividade econômica em muitas localidades espalhadas pelo mundo.

As atividades turísticas acarretam alguns impactos, muitos positivos economicamente, mas também muitos negativos ao meio ambiente. Dentre os impactos ambientais negativos podemos destacar a compactação do solo, processos erosivos, poluição dos corpos líquidos devido a despejo de efluentes não tratados por hotéis, pousadas etc. Daí surgiu o turismo sustentável, que busca equilibrar a atividade com o ambiente local, respeitando a natureza e os princípios culturais.

O turismo sustentável, também chamado de ecoturismo, é uma modalidade turística que se norteia às condições dos princípios da sustentabilidade. Para enquadrar nesta modalidade o atrativo turístico precisa ser ambientalmente adequado, economicamente viável e socialmente justo. Para o atrativo encontrar-se nos parâmetros de ser ambientalmente adequado, a atividade turística necessita estar em conformidade com estudos da capacidade de carga, que limita o número de frequentadores do atrativo mensurando a quantidade de indivíduos que tal suporta para que não sofra demasiados impactos negativos, entre outros parâmetros.

Em Goiás as atividades turísticas representam a principal fonte de renda de muitos municípios, os quais se destacam Pirenópolis, Caldas Novas e Aruanã. Trata-se de turismo de aventura, náutico e de águas termais. Quando se trata das atividades turísticas sustentáveis os municípios que se destacam são Alto Paraíso e Cavalcante, localizados nas proximidades do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, Formosa e Corumbá de Goiás na mesorregião de Brasília, Mambaí e Posse localizadas no nordeste goiano, entre outros.

Estes municípios possuem belezas naturais exuberantes e certas fragilidades quanto ao ambiente natural. O objetivo de difundir a prática do turismo sustentável é maximizar os impactos positivos e minimizar os impactos negativos, visto que a degradação ambiental é intrínseca à atividade turística. O planejamento da atividade auxilia na minimização destes problemas ambientais e no retorno econômico para a região, respeitando também os princípios culturais.

Imagem: Cachoeira do Funil, Mambaí-GO.

Fontes: Goiás Turismo

Whatsapp Bioplan Whatsapp Bioplan