Desenvolvimento com responsabilidade
Onde estamos
Rua 66, nº 582 - Goiânia - GO

Queimadas e incêndios florestais

Queimadas e incêndios florestais
19 FEVEREIRO 1199

Saiba mais: Queimadas e incêndios florestais

Em determinadas épocas do ano o clima apresenta estações secas, com elevadas temperaturas e baixa umidade relativa do ar decorrente da redução da chuva, sendo alterações climáticas perceptíveis e sentidas pela sociedade. Dentre algumas complicações e problemas que são enfrentados nesse período podem-se citar as ocorrências de queimadas e incêndios florestais, recorrentes todo o ano e que despertam grandes preocupações/desafios.

As queimadas correspondem a processos que consistem na queima da vegetação, sendo está desencadeada por processos naturais ou ações antrópicas, consistindo na queima de biomassa por meio do processo de combustão, podendo provocar grandes incêndios.

Cenários cobertos de fumaças e cinzas representam bem o efeito devastador do incêndio sobre a vegetação. Este, quando associado às variáveis climáticas, ganham grandes proporções tornando-se de difícil controle. No Brasil, os índices de ocorrência de incêndios são elevados nos meses que apresentam baixo índice pluviométrico, favorecendo a propagação do fogo que se da de forma acelerada e devastadora, resultando além da emissão significativa de CO2 para a atmosfera, o risco permanente a fauna e flora local, sucedendo danos ao ecossistema em geral.

Foi registrado no começo de 1998 no estado de Roraima, o caso mais grave de ocorrência de queimadas, sendo desencadeadas por fazendeiros e pequenos agricultores. De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), foram destruídos 31 mil km2 de campos abertos, 4.200 km2 de floresta e 1.800 km2 de selva virgem, uma superfície maior do que a da Holanda.

O registro de ocorrência, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), apresentou um aumento de 65% em 2016 nos focos de queimadas e incêndios florestais em relação ao mesmo período do ano passado. No inicio do mês de agosto já havia sido registrados mais de 53 mil focos. E quando associados a ações criminosas, órgãos como o MMA, por meio do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), são responsáveis pelo processo de fiscalização.

Diante desta situação, o gerenciamento se torna imprescindível para o desenvolvimento de estratégias e ações voltadas para a prevenção e controle das queimas e incêndios florestais. Dentre estes, programas, planos operacionais, conscientização através da educação ambiental e ferramentas que favoreçam a dinamização do gerenciamento são indispensáveis e apresentam resultados satisfatórios diante das problemáticas.

Whatsapp Bioplan Whatsapp Bioplan